logo federação
45 ANOS
logo federação
Principal Estatuto Disciplinar Rel. Anual Diretoria História Contato Localização
Notícias Fotos Vídeos Mídias Colunas Biblioteca
Enquetes Eventos Galeria de Honra Fundo do Baú Publicações
Atletas Clubes Regulamentos Calendário Resultados Campeonato Recordes Validador
NOTÍCIAS
voltar ao menu
ESTATÍSTICAS E RELATÓRIO DA PARTICIPAÇÃO MARANHENSE NO BRASILEIRO 2020
28/12/2020
Estatísticas e Relatório da Participação Maranhense no Brasileiro 2020

Dando continuidade à avaliação do desempenho da equipe maranhense que viajou ao Rio de Janeiro e conquistou a 4ª colocação entre as 19 federações que ali estiveram representadas e que disputaram o Campeonato Brasileiro, tivemos diversas colocações individuais alcançadas em várias modalidades e categorias, assim como recordes brasileiros batidos e, também, as colocações por equipe nas diversas modalidades disputadas.

1- Disputa por Federações:
2- Disputas por Equipes:
3- Disputas Individuais:

1-Disputa por Federações:

O Maranhão ficou com o 4º Lugar Geral, com 89 pontos. O grande campeão foi o selecionado do Estado de São Paulo, onde a Federação Paulista de Tiro Esportivo alcançou 153 pontos, seguida pela Federação Catarinense com 113 pontos , e tendo a 3ª colocada nacional, a Federação de Tiro Esportivo do Rio de Janeiro com 101 pontos. Em quinto lugar ficou a Federação do Distrito Federal, hexacampeã brasileira, mas que nessa edição alcançou apenas 78 pontos.

2-Disputa por Equipes:

É justamente a disputa por equipes que dá os pontos que classificam as federações. Cada modalidade pode formar uma equipe. As equipes são formadas pelos 3 melhores resultados alcançados pelos membros da federação.

O somatório dos 3 melhores resultados individuais determinam a classificação da equipe e essa classificação é transformada em pontos que no fim da competição são somados aos pontos obtidos das demais modalidades e dão a classificação geral da Federação.

Provas ISSF dão mais pontos que as Provas Nacionais e as Provas de Rifle Internacional.

Pontos por Equipe das Provas ISSF
1º lugar = 10 pontos / 2º lugar = 8 pontos / 3º lugar = 6 pontos / 4º lugar = 5 pontos
5º lugar = 4 pontos / 6º lugar = 3 pontos / 7º lugar = 2 pontos / 8º lugar = 1 ponto

Pontos por Equipe das Provas Nacionais e as Provas de Rifle Internacional
1º lugar = 5 pontos / 2º lugar = 4 pontos / 3º lugar = 3 pontos / 4º lugar = 2 pontos / 5º lugar = 1 ponto


Equipes Maranhenses de Armas Longas ISSF - 13 pontos

Carabina 3 Posições Masculino - Equipe – 4º Lugar – 5 pontos
Rui Manuel da Costa Duarte / José Augusto Lima Carvalho / Paulo Victor Tavares Holanda Cavalcante

Carabina Deitado Masculino – Equipe – 4º Lugar – 5 pontos
Rui Manuel da Costa Duarte / Paulo Victor Tavares Holanda Cavalcante / José Augusto Lima Carvalho

Carabina de Ar Masculino – Equipe – 6º Lugar – 3 pontos
Rui Manuel da Costa Duarte / Paulo Victor Tavares Holanda Cavalcante / Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães


Equipes Maranhenses de Armas Curtas ISSF – 18 pontos

Pistola 50m Masculino – Equipe – 4º Lugar – 5 pontos
José Raimundo dos Santos Júnior / Johnny Maxuel Vasconcelos Bezerra Araújo / Nagib Jorge Feres

Pistola de Tiro Rápido Masculino – Equipe - 5º Lugar – 4 pontos
Diego Mamede Barbosa Vieira / José Raimundo dos Santos Júnior / Rogério Cardoso Macedo

Pistola Standard Masculino – Equipe - 5º Lugar – 4 pontos
José Raimundo dos Santos Júnior / Johnny Maxuel Vasconcelos Bezerra Araújo / Wissam Elias Maalouf

Pistola de Fogo Central Masculino – Equipe – 6º Lugar – 3 pontos
José Raimundo dos Santos Júnior / Sérgio Paulo Ferreira Guimarães / Rogério Cardoso Macedo

Pistola de Ar Masculino – Equipe – 7º Lugar – 2 pontos
Johnny Maxuel Vasconcelos Bezerra Araújo / José Raimundo dos Santos Júnior / Sérgio Paulo Ferreira Guimarães


Equipes Maranhenses de Provas Nacionais Armas Longas – 25 pontos

Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Custom – Equipe – 1º Lugar – 5 pontos
Juliane Chaves Ferreira / Júlio César Costa Ferreira Neto / Marcelo Alves Duarte

Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter – Equipe – 1º Lugar – 5 pontos
Marcelo Alves Duarte / Júlio César Costa Ferreira Neto / Juliane Chaves Ferreira

Carabina Mira Aberta 25m - Sporter – Equipe – 1º Lugar – 5 pontos
Marcelo Alves Duarte / Juliane Chaves Ferreira / Júlio César Costa Ferreira Neto

Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Maior – Equipe – 2º Lugar – 4 pontos
Júlio César Costa Ferreira Neto / Marcelo Alves Duarte / Edgar Cesar Cordeiro Ferreira

Carabina Mira Aberta de Ar – Equipe – 2º Lugar – 4 pontos
Marcelo Alves Duarte / Júlio César Costa Ferreira Neto / Juliane Chaves Ferreira

Carabina Mira Aberta 25m – Custom – Equipe – 4º Lugar – 2 pontos
Marcelo Alves Duarte / Juliane Chaves Ferreira / Júlio César Costa Ferreira Neto


Equipes Maranhenses de Provas Nacionais Armas Curtas – 9 pontos


Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Menor – Equipe – 3º Lugar – 3 pontos
Wissam Elias Maalouf / Edgar César Cordeiro Ferreira / Sérgio Paulo Ferreira Guimarães

Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Maior – Equipe - 4º Lugar – 2 pontos
Edgar César Cordeiro Ferreira / Sérgio Paulo Ferreira Guimarães / Emir Wendler

Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Menor – Equipe - 4º Lugar – 2 pontos
Wissam Elias Maalouf / Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães / Edgar César Cordeiro Ferreira

Duelo 20 Segundos - Revólver Snubby – Equipe - 4º Lugar – 2 pontos
Edgar César Cordeiro Ferreira / Sérgio Paulo Ferreira Guimarães / Rogério Cardoso Macedo

Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Maior – Equipe – 7º Lugar – 0 ponto
Sérgio Paulo Ferreira Guimarães / Edgar Cesar Cordeiro Ferreira / Wissam Elias Maalouf


Equipes Maranhenses de Provas de Rifle Internacional – 9 pontos

Carabina CMP Sporter - Mira Fechada – Equipe - 3º Lugar – 3 pontos
Alexandre Martins Braga / Rui Manuel da Costa Duarte / José Augusto Lima Carvalho

Carabina CMP Sporter - Mira Aberta - Equipe - 4º Lugar – 2 pontos
Alexandre Martins Braga / José Augusto Lima Carvalho / Rui Manuel da Costa Duarte

Carabina NRA - Mira Metálica – Equipe - 4º Lugar – 2 pontos
José Augusto Lima Carvalho / Alexandre Martins Braga / Rogério Cardoso Macedo

Carabina NRA - Mira Ótica – Equipe - 4º Lugar – 2 pontos
José Augusto Lima Carvalho / Rogério Cardoso Macedo / Alexandre Martins Braga


Equipes Maranhenses de Provas de WRABF – 13 pontos

Carabina WRABF Ar Comprimido - Heavy Varmint - Equipe - 3º Lugar – 3 pontos
Hélder Pereira Borges / José Augusto Lima Carvalho / Johnson Willis da Silva Lopes

Carabina WRABF Ar Comprimido - Light Varmint - Equipe - 3º Lugar – 3 pontos
Alexandre Martins Braga / José Augusto Lima Carvalho / Hélder Pereira Borges

Carabina WRABF Fogo Circular - Sporter – Equipe - 3º Lugar – 3 pontos
Alexandre Martins Braga / José Augusto Lima Carvalho / Diego Mamede Barbosa Vieira

Carabina WRABF Fogo Circular - Unlimited - Equipe- 4º Lugar – 2 pontos
Alexandre Martins Braga / José Augusto Lima Carvalho / Diego Mamede Barbosa Vieira

Carabina WRABF Ar Comprimido - Unlimited - Equipe - 5º Lugar – 1 ponto
Hélder Pereira Borges / José Augusto Lima Carvalho / Johnson Willis da Silva Lopes

Carabina WRABF Fogo Circular - Custom – Equipe - 5º Lugar – 1 ponto
Alexandre Martins Braga / José Augusto Lima Carvalho / Diego Mamede Barbosa Vieira


Das 29 equipes formadas pela FMTE, apenas uma equipe não marcou ponto. Eram 38 equipes possíveis de serem formadas. Não formamos equipes em 9 modalidades, sendo 5 provas femininas ISSF, (3 de carabina e 2 de pistola). Não formamos equipe em 2 provas de fuzil e não formamos equipe em 2 provas de WRABF.

Das 29 equipes que a FMTE participou, ficamos em 1º lugar em 3 equipes, 2º lugar em 2 equipes, 3º lugar em 5 equipes, 4º lugar em 11 equipes, 5º lugar em 4 equipes, 6º lugar em 2 equipes e 7º lugar em 2 equipes. Ao todo colocamos 10 equipes no podium, que também receberam medalhas por equipe.

As equipes que deram mais pontos para a FMTE foram as Equipes Maranhenses de Provas Nacionais Armas Longas, com 25 pontos ganhos. As Armas Longas ISSF - 13 pontos, as Armas Curtas ISSF – 18 pontos, as Provas Nacionais Armas Curtas – 9 pontos, as Provas de Rifle Internacional – 9 pontos e as Provas de WRABF – 13 pontos.



3- Disputas Individuais:

Resultados Individuais de Armas Longas ISSF

Carabina 3 Posições Masculino - Master Masculino
Rui Manuel da Costa Duarte – 1º Lugar
Carabina de Ar Masculino – Master Masculino
Rui Manuel da Costa Duarte – 1º Lugar
Carabina de Ar Masculino - Juvenil Masculino
Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães - 2º Lugar
Carabina Deitado Masculino – Master Masculino
Rui Manuel da Costa Duarte – 1º Lugar

Resultados Individuais de Armas Curtas ISSF

Pistola de Ar Masculino – Sênior – Classe C
Johnny Maxuel Vasconcelos Bezerra Araújo - 2º Lugar

Resultados Individuais de Provas Nacionais Armas Longas

Carabina Mira Aberta 25m - Custom - Sênior - Classe B
Sérgio Paulo Ferreira Guimarães – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 25m - Custom - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar
Rui Manuel da Costa Duarte – 2º Lugar
Carabina Mira Aberta 25m - Custom - Júnior Masculino
Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães - 2º Lugar
Carabina Mira Aberta 25m - Custom – Dama
Juliane Chaves Ferreira – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 25m - Custom - Para-atleta
Francisco Raimundo de Brito Filho – 1º Lugar
Raimundo Jones Borralho dos Santos – 2º Lugar

Carabina Mira Aberta 25m - Sporter - Sênior - Classe A
Marcelo Alves Duarte – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 25m - Sporter - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 25m - Sporter - Dama
Juliane Chaves Ferreira – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 25m - Sporter - Para-atleta
Francisco Raimundo de Brito Filho – 2º Lugar
Raimundo Jones Borralho dos Santos – 3º Lugar

Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Maior - Sênior - Classe A
Júlio Cesar Costa Ferreira Neto – 3º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Maior - Sênior - Classe B
Marcelo Alves Duarte – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Maior - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar

Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Custom - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar
Rui Manuel da Costa Duarte – 3º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Custom - Júnior Masculino
Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães – 2º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Custom – Dama
Juliane Chaves Ferreira – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Custom - Para-atleta
Francisco Raimundo de Brito Filho – 1º Lugar
Raimundo Jones Borralho dos Santos – 2º Lugar

Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter - Sênior - Classe A
Marcelo Alves Duarte – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter - Júnior Masculino
Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães – 2º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter – Dama
Juliane Chaves Ferreira – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter - Para-atleta
Francisco Raimundo de Brito Filho – 3º Lugar

Carabina Mira Aberta de Ar - Sênior - Classe A
Marcelo Alves Duarte – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta de Ar - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar
Carabina Mira Aberta de Ar - Juvenil Masculino
Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães – 2º Lugar
Carabina Mira Aberta de Ar – Dama
Juliane Chaves Ferreira – 2º Lugar


Resultados Individuais de Provas Nacionais Armas Curtas

Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Maior - Sênior – Classe C
Jairon Gell Meneses Aguiar – 3º Lugar
Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Maior - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 2º Lugar
Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Maior - Para-atleta
Francisco Raimundo de Brito Filho – 1º Lugar
Raimundo Jones Borralho dos Santos – 2º Lugar

Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Menor - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 2º Lugar
Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Menor - Júnior Masculin0
Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães - 1º Lugar

Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Maior - Sênior - Classe B
Emir Wendler – 2º Lugar
Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Maior - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar
Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Maior - Para-atleta
Francisco Raimundo de Brito Filho – 1º Lugar

Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Menor - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar
Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Menor - Júnior Masculino
Sérgio Anthony de Mesquita Guimarães – 1º Lugar
Duelo 20 Segundos - Revólver Calibre Menor - Para-atleta
Francisco Raimundo de Brito Filho – 1º Lugar

Duelo 20 Segundos - Revólver Snubby - Master Masculino
Edgar Cesar Cordeiro Ferreira – 1º Lugar


Resultados Individuais de Provas de Rifle Internacional

Carabina NRA - Mira Metálica - Principal - Classe B
Rogério Cardoso Macedo – 2º Lugar
Alexandre Martins Braga – 3º Lugar

Carabina NRA - Mira Ótica - Principal - Classe B
Rogério Cardoso Macedo – 1º Lugar
Alexandre Martins Braga – 2º Lugar

Resultados Individuais de Provas de WRABF
Carabina WRABF Ar Comprimido - Unlimited - Principal - Classe B
Hélder Pereira Borges – 3º Lugar

Carabina WRABF Fogo Circular - Custom - Principal - Classe B
Alexandre Martins Braga – 2º Lugar

Carabina WRABF Fogo Circular - Sporter - Principal - Classe B
Alexandre Martins Braga - 1º Lugar
José Augusto Lima Carvalho – 2º Lugar
Diego Mamede Barbosa Vieira - 3º Lugar

Carabina WRABF Fogo Circular - Unlimited - Principal - Classe B
Alexandre Martins Braga - 3º Lugar


Ao todo a equipe maranhense ganhou 58 medalhas individuais, sendo 30 medalhas de 1º lugar, 19 medalhas de 2º lugar e 9 medalhas de 3º lugar.


Algumas considerações devem ser levadas em conta.

Vamos começar pelos nossos atletas da categoria Máster, Rui Duarte e Edgar Ferreira, que tiveram uma participação perfeita, ajudando a marcar pontos pelas equipes que fizeram parte e, principalmente pelos seus resultados individuais.

Rui Duarte foi o 1º colocado nas 3 provas olímpicas de carabina que participou. E com bons resultados. Rui também ganhou medalha nas provas nacionais, um 2º e um 3º lugar, além de fazer pontos por equipe nas provas de CMP Sporter.

Já Edgar Ferreira foi além, ganhando 9 primeiros lugares e dois segundos lugares, em uma performance de alto nível, tendo um aproveitamento de quase 100% nas onze provas que participou, além de ter integrado as 5 equipes de duelo de que disputou. Por esse feito, Edgar foi o maior ganhador individual da premiação oferecida pela Taurus. Também contribuiu para equipe com cessão e empréstimo de inúmeros de seus equipamentos.

Já a nossa turma Paralímpica também voltou com os pescoços cheios de medalhas. Francisco Raimundo Brito, já na sua 3ª participação em Final de Brasileiro e Raimundo Jones, um novato estreante, ainda com menos de 5 meses de esporte, também subiram ao podium. Ambos participaram da prova P1 - Pistola de Ar Masculino SH1 - Para-atleta SH1- a prova equivalente de Pistola de Ar Masculino da ISSF, para atletas Paralímpicos, ficando Raimundo Jones na 4ª colocação com 462 pontos e Francisco Raimundo na 5ª colocação com 439 pontos.

Além da prova paralímpica, eles participaram das Provas Nacionais de Armas Curtas e Armas Longas na categoria para-atleta. Eles ganharam ao todo 11 medalhas, sendo 7 de Francisco Raimundo Brito ( 5 de ouro, 1 de prata e 1 de bronze) e 4 medalhas de Raimundo Jones ( 3 medalhas de prata e 1 de bronze). Vale ressaltar o grande esforço desprendido por nosso atleta, Francisco Raimundo, que apesar de suas dificuldades acompanhou tranquilamente a equipe, sem em nenhum momento reclamar de nada, e valendo mencionar o crescimento de vários de seus resultados, batendo inclusive recordes brasileiros. Além dele apoiar e orientar seu novo companheiro Raimundo Jones, que estava em sua 1ª viagem nacional.

Um membro da FMTE que fez muita diferença e deu muito apoio às equipes, foi José Augusto Lima Carvalho, nosso Capitão. Ele participou e pontuou para a FMTE de nada menos que 12 equipes, enfrentando uma maratona de competições impressionante, que se mostrou cansativa, mas foi enfrentada com determinação. Ganhou 5 medalhas por equipe e uma individual. Sua participação foi a que mais gerou pontos para as equipes maranhenses. Esteve sempre acompanhado de seu fiel escudeiro, Alexandre Braga, que fez par com ele em 8 equipes, ajudando também, na conquista de muitos pontos para nossas equipes. Ele ganhou individualmente 5 medalhas.

Além do grande desempenho como atleta, José Augusto foi peça importante para a organização e apoio às demais equipes, ajudando a coordenar e orientando diversas delas. Além de dividir a coordenação geral com o presidente da FMTE, ficou diretamente responsável pelas equipes de Rifle Internacional, assim como Rui Duarte, pelas equipes de Armas Longas ISSF, Johnny Maxuel, pelas equipes de Armas Curtas ISSF, Edgar Ferreira, pelas equipes de Armas Longas Nacional e Paulo Guimarães, pelas equipes de armas Curtas Nacional.

Os atletas maranhenses que vieram de Imperatriz, Balsas e Santa Inês, também contribuíram para o sucesso da missão da FMTE. Esse apoio vindo dos clubes do interior, só reforça e dá mais legitimidade à Federação Maranhense de Tiro Esportivo como entidade estadual representativa do tiro esportivo.

Rogério Macedo, Jairon Gell, Raimundo de Sousa embarcaram de Imperatriz. Rogério Macedo, indo em sua segunda viagem, apoiando com equipamentos, e incentivando atiradores que não conheciam ainda o grande templo do tiro olímpico brasileiro, a viajarem e conhecerem. Foi o caso de Jairon Gell, Raimundo de Sousa e Santos Junior, que viajaram para o Campeonato Brasileiro pela primeira vez. Dessa turma quem mais se destacou foi Rogério Macedo, que participou de diversas equipes e medalhou individualmente nas 2 provas de Carabina NRA, levando uma medalha de ouro e outra de Bronze. Participou também de 5 equipes, pontuando em todas. Jairon Gell ganhou uma medalha de 3º lugar no Duelo. E Raimundo de Sousa, novato em tudo, ganhou medalha de simpatia e se revelou bom companheiro.

Temos ainda Emir Wendler, vindo de Balsas, o grande campeão do sul do Maranhão, também contribuiu com a equipe maranhense. Fazendo parte de uma equipe e vencendo e medalhando em uma das provas de Duelo.

E vindo de Santa Inês, participando das provas de Armas Longas ISSF, tivemos Paulo Victor Cavalcante, que em grande esforço pessoal, participou de 3 equipes, ajudando a trazer 13 pontos para a FMTE.

A turma das armas curtas ISSF também ajudou bastante. Eles deram 18 pontos para a FMTE. Foram eles, José Raimundo dos Santos Junior, Diego Mamede, Nagib Feres, Paulo Guimarães, Rogério Macedo, Jonnhy Maxuel e Wissam Maalouf. Os destaques foram José Raimundo Santos Junior, onde se deve ressaltar, está retornando ao Tiro após anos ausente, e que fez parte das 5 equipes, obtendo bons resultados. O outro destaque foi Johnny Maxuel, que além de participar de 3 equipes, foi o único das armas curtas ISSF que medalhou, alcançando 534 pontos na Classe C. Diego Mamede e Nagib Feres, também fizeram pontos para as equipes que participaram. Diego Mamede ainda ajudou nas provas de WRABF, fazendo parte de 3 equipes e medalhando também.

A turma do WRABF também fez bonito, dando para a FMTE 13 pontos, tendo participado destas equipes os atiradores Hélder Borges, Johnson Willis, Diego Mamede, José Augusto e Alexandre Braga. Hélder Borges, estreando seu equipamento novo, fez pontos por 3 equipes e Johnson Willis por 2 equipes. Os demais atiradores de WRABF já foram mencionados anteriormente. Mas vale relembrar as 6 participações de José Augusto e das 4 participações de Alexandre Braga, nas equipes formadas.

Paulo Guimarães e Anthony Guimarães, pai e filho, também tiveram grande participação individual e por equipes. Anthony Guimarães, nosso único atleta Júnior na competição, participou de uma equipe, pontuando para a prova de Duelo Revólver Calibre Menor. Mas foi individualmente de Anthony ganhou destaque. Ganhando 7 medalhas, sendo 2 de ouro e 5 de prata. Já a contribuição de Paulo Guimarães, foi totalmente na conquista de pontos paras as 6 equipes de que ele participou, em armas curtas, tanto de Duelo quanto de provas ISSF.

Marcelo Duarte, Juliane Chaves e Júlio Ferreira, foram o trio de sensação da equipe maranhense. Nas 6 provas de Armas Longas das Provas Nacionais só deu eles. Trouxeram 25 pontos para FMTE. Marcelo Duarte e Juliane Ferreira, venceram juntos 7 provas nacionais e baterem 3 recordes brasileiros.

Marcelo Duarte venceu as provas de Carabina Mira Aberta de Ar, Carabina Mira Aberta 25m - Sporter e Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter. Juliane Ferreira venceu, na categoria Dama, as provas de Carabina Mira Aberta 25m - Custom, Carabina Mira Aberta 25m - Sporter, Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter e Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Custom.

Marcelo Duarte bateu o Recorde Brasileiro de Carabina Mira Aberta 25m - Sporter e Juliane Ferreira bateu o Recorde Brasileiro de Carabina Mira Aberta 25m - Sporter e Carabina Mira Aberta 50m - Calibre Menor Sporter.
Júlio Ferreira contribuiu significamente para as equipes, fazendo parte das 6 equipes de Provas Nacionais Armas Longas, com uma pontuação de alto nível, e ganhando medalhas por equipes sendo 3 equipes campeãs e 2 de equipe vice-campeã.

Esse trio é imbatível e orgulho do Maranhão.

Relatório e estatísticas feitas, cabe agora agradecer a todos os atiradores da equipe maranhense por vestirem a camisa de nossa FMTE e as cores de nosso Estado.

Agradecemos também à SEDEL, na pessoa de seu Secretário, o Sr. Rogério Cafeteria, que apoiou a FMTE nesse grande e vitorioso projeto.

fonte: FMTE
Instrutores Credenciados Wir Equipamentos Gregory Armeiro Camping & Cia Paula Carvalho - Avaliação Psicológica Blog Tiro Olímpico Blog Primeiros Tiros
Estatuto  |  Disciplinar  |  Rel. Anual  |  Diretoria  |  História  |  Contato  |  Localização  |  Notícias  |  Fotos  |  Vídeos  |  Mídias  |  Colunas  |  Validador
Biblioteca  |  Enquetes  |  Eventos  |  Fundo do Baú  |  Publicações  |  Atletas  |  Clubes  |  Regulamentos  |  Calendário  |  Resultados  |  Campeonato  |  Recordes

Av. Colares Moreira, 444 sala 646 B
Jardim Renascença - São Luís - MA - 65075-441
(98) 98118-1188 whatsapp